Conteúdos

 

 

 

 

 

 

Home > Conteúdos

COMO DESCOBRIR E DESENVOLVER TALENTOS
13/08/2010

Ana Artigas, diretora de projetos da Tekoare Vending e Entretenimento Corporativo
 
Captar e desenvolver talentos estão entre os maiores desafios das organizações.
Dentre as 10 principais perguntas que recebo de meus clientes, as principais são:
“Como faço para recrutar, selecionar e treinar meus profissionais? E se treiná-los e perdê-los para a concorrência?”
Vamos falar um pouco sobre estas questões. O sucesso de cada projeto, de cada produto ou serviço sempre está relacionado às pessoas que os desenvolvem, criam ou lançam ao mercado de trabalho e a seus clientes.
A maioria das empresas sabe disso, mas nem sempre sabem onde encontrar a pessoa adequada para o perfil de sua organização ou para a vaga que está aberta.
E quando encontram, não conseguem manter o profissional em potencial por mais tempo na empresa, por desconhecerem a melhor forma de desenvolvê-los.
Quantas empresas já contrataram trabalhos de consultorias com foco em desenvolvimento de pessoas que não atenderam a sua demanda? Ou ainda gastaram fortunas em horas consultoria ou treinamentos sem nenhuma mudança significativa na organização? Talvez você já tenha vivido essa situação na sua empresa, mas antes de se desesperar vamos pensar em soluções para esses casos.
1º. Você sabe se o profissional que você acabou de contratar está realmente adequado ao perfil que procura?
2º. Será que os profissionais que enviou para o treinamento estão dispostos a isso e acreditam na sua empresa?
3º. Este profissional que já está com você há algum tempo, sem trazer muito resultado, acredita na missão da sua organização?
4º. Seja ele de área comercial ou não, sabe se sua equipe acredita no produto que vocês vendem?
5º. Você sabe que treinar não é a única forma de desenvolver um profissional?
Um programa real e adequado de desenvolvimento só acontece integralmente se você descobrir qual é o potencial do profissional que trabalha com você e suas principais características. Qualquer pessoa, independente do cargo que ocupe, só conseguirá alcançar um alto desempenho se estiver preparado e adequado para a função que exerce, se o seu “estilo” estiver de acordo com a sua função. Por exemplo, você acha que a pessoa que contratou será um bom líder se não tiver
“manejo” para trabalhar com uma equipe?
Investir em pessoas é a forma mais adequada para te trazer lucro nos próximos meses ou anos. Nos Estados Unidos, já existe uma corrente em defesa da mensuração do capital intelectual, os profissionais passarão em pouco tempo a fazer parte da planilha de custo da empresa, farão parte do Capital Contábil Investido.
Então, antes de sair por aí em busca de alguém que você não tem a menor idéia de quem seja, descreva quais são as características que pra você, para a sua empresa e para a vaga em questão, serão fundamentais. Liste o que é importante para o sucesso e para o desempenho adequado da função que está em jogo, desenhe a descrição da função (se ainda não o tiver) e em seguida o perfil da vaga.
Depois, treinar e desenvolver é a fórmula perfeita de enriquecer o seu patrimônio.
Acreditar que a sua equipe é realmente o seu capital intelectual e financeiro, é a melhor forma de obter qualquer recurso. As habilidades e competências, ou seja, as características de cada um devem ser aprimoradas constantemente.
O Coaching, ou outros programas sérios de capacitação e desenvolvimento são excelentes ferramentas para levar a sua empresa às mudanças que quer atingir – e nada melhor do que um começo de ano para iniciar aos poucos as grandes transformações.
Antes de criticar as consultorias sérias, que podem ajudá-lo, lembre-se que é sua a responsabilidade de criar na empresa espaço a novas ferramentas que ajudem a equipe e o desenvolvimento de cada profissional.
Para que a sua empresa tenha sucesso, preocupe-se não apenas como deve fazer para captar bons profissionais, mas também com a satisfação dos que permanecem na organização. E apostar no desenvolvimento incessante da sua equipe é o melhor caminho para obter o nível de desempenho desejado para você e para sua empresa.
Fonte: Instituto Superior de Administração e Economia da Fundação Getúlio Vargas do Paraná

 

Acessos ao site: 1004835