Conteúdos

 

 

 

 

 

 

Home > Conteúdos

INOVAÇÃO SEGUNDO O GOOGLE
22/12/2009

Apontado entre as empresas mais inovadoras nas últimas pesquisas, o Google segue alguns princípios e processos para que consiga ser uma empresa que traz novas soluções na web.

Foi mostrado na FastCompany por Marissa Mayer, vice-presidente de produtos de busca, os 9 principais princípios que o Google preza, abaixo foi feito um resumo dos princípios e também uma junção com o processo de desenvolvimento de novos produtos no Google.
Ambiente criativo
É oferecido aos empregados do Google um ambiente criativo e confortável, já foi mostrado por aqui mais ou menos como funciona o GooglePlex, onde as pessoas tem escritórios personalizados, acesso a restaurantes e brinquedos. As pessoas se sentem a vontade para trabalhar e amam trabalhar no lugar, não é por acaso que foi escolhido como melhor lugar para trabalhar em 2008 segundo a Fortune.
Aceite idéias de qualquer lugar e pessoa
Qualquer pessoa pode contribuir com sua idéia e tem tempo para dedicar as suas próprias idéias (20% do seu horário), existe uma grande lista de idéias onde as pessoas colaboram, votam e opinam. Depois é retirado dessa lista as idéias e priorizadas segundos os critérios do Google, onde pesa principalmente o quanto será útil para os usuários.
Grupos ágeis
Para desenvolver as idéias que estão melhores rankeadas são montados pequenos grupos (3 pessoas). Em média são gastos de 3 a 4 meses no desenvolvimento, onde existe apenas a documentação necessária. A vantagem de ter equipes pequenas é que não há grande burocracia nem perda de tempo com várias reuniões, o grupo fica unido e desenvolve com muito mais rapidez.
Foco no usuário
As idéias são sempre desenvolvidas pensando no usuário e não no dinheiro, segundo Eric Schmidt (CEO): se você faz algo que as pessoas usam, existirá uma forma de ganhar dinheiro. São feito estudos sobre os usuários pelo menos uma vez por semana, a idéia é colocada para teste onde é estudado a maneira como as pessoas se comportam utilizando a solução. A partir desses estudos é que são feitas as melhorias.
O que podemos aprender é devemos sempre ouvir todos, não importa seu cargo ou título, você deve estar aberto as soluções de qualquer pessoa. Às vezes é necessário quebrar a hierarquia existente para surgir novas idéias ou agilizar o trabalho.
Na hora de desenvolver novos produtos, pense em quem vai utilizar. É necessário fazer vários testes e pesquisas com o público alvo para se obter um feedback de quem realmente irá se importar. Seu produto pode fazer coisas maravilhosas, mas que se não for claro e útil para quem está usando, certamente não fará sucesso.
Texto extraído do blog Inovação e Negócios

 

 

Acessos ao site: 984820